sexta-feira, 1 de maio de 2015

Desafio "mudança de hábitos", dia 01



Escolhi organizar minha rotina diária no Desafio de 21 dias para mudar/criar um hábito. Há um ano saí do trabalho em regime CLT, com horário pra entrar, comer e (às vezes) sair. Como eu odeio CLT! Nunca consegui me adaptar a ter a vida controlada por um relógio, era miseravelmente infeliz em todos os lugares onde trabalhei. Enquanto ficava de 8 à 10 horas presa em uma empresa, sonhava em como seria quando eu teria meu próprio negócio. No meu ideal perfeito, eu acordaria num horário razoável, entre 08:00 e 09:00, tomaria um café da manhã decente e teria tempo para trabalhar, cuidar da casinha e sobraria um tempinho livre pra fazer o que quisesse. Tudo na mais perfeita ordem. Doce ilusão!

A primeira coisa que percebi logo no primeiro mês em casa, é que estamos tão, mas tãoooo acostumados a ser controlados por um relógio, que quando dispomos de tempo livre, não sabemos o que fazer com ele. Logo, o tão sonhado tempo livre vira tédio, que vira preguiça, que vira culpa e está formado um círculo vicioso letal.



Atualmente, minha rotina é uma bagunça. Não tenho hora para dormir, logo, não tenho hora para acordar. Não me alimento direito, nunca fui uma pessoa de ter muita fome, então tem dias que vou comer a primeira refeição sólida na hora do jantar. Pra piorar, o site da loja virtual deu errado e foi um balde de água fria nos meus planos, não criei minha loja, estou apenas fazendo encomendas esporádicas.

Quando surgiu a idéia de fazer esse desafio, percebi que era minha grande chance de dar uma guinada nesse hábito nocivo e fazer alguma coisa para mudar. A grande ironia, é que eu preciso SIM de uma rotina, mas então, que seja EU a criá-la. Nos próximos dias estarei postando sobre rotina, organização, gestão do tempo, etc., e contando sobre minha experiência sobre esse desafio. Meu principal propósito em organizar minha rotina, é focar minhas energias na minha loja, então esse será um mês de muito trabalho.

Algumas amigas decidiram entrar nesse projeto também, logo veremos os relatos delas. Desde já, queria agradecê-las pela incrível força e incentivo que tem me transmitido. Adriana, Leila, Paula, Noh, Dy, Bia, Cássia, Mônica, Patrícia e Deka, OBRIGADA! Nos encontramos pelo caminho!

Imagens: google

Comente com o Facebook: