sábado, 2 de maio de 2015

Identificando maus hábitos - Dia 02

"Toda nossa vida, na medida em que tem forma definida, não é nada além de uma massa de hábitos." 
Willian James, 1892

Porque é relevante falar sobre hábitos? Porque um artigo publicado por um pesquisador da Duke University (EUA) em 2006 e Mencionado no livro "O Poder do Hábito, Por que Fazemos o que Fazemos" de Charles Duhigg, concluiu que mais de 40% das ações que as pessoas praticavam por dia, não eram decisões de fato, e sim hábitos. Se você parar pra pensar, existe um certo "ritual" que se desenrola todos os dias na sua vida: o que você faz assim que acorda? Ou antes de dormir? com certeza, se você prestar atenção nesses simples movimentos, vai identificar um padrão. O hábito está tão entranhado na nossa rotina, que o cérebro entra em "piloto automático", o que é ótimo, já que sua mente precisa poupar energia para as demais atividades que precisem de atenção. O problema não são os hábitos, já que é um catalisador do cérebro humano, o problema são os MAUS hábitos. Nos acostumamos com os hábitos, sejam bons ou ruins.



O principal propósito desse desafio, é identificar os hábitos nocivos que impedem que alcancemos uma vida mais ampla em todos aspectos. Se nossa mente pode ser condicionada para o bem ou para o mal, porque não escolher o que nos trará mais benefícios? A mesma energia que você gasta com o negativo, é a que você gasta com o positivo! Exatamente a mesma! 

Proponho que nos observemos atentamente. Quais são os hábitos que conseguimos identificar como sendo nocivos? Às vezes, pode ser até um padrão de pensamentos negativos, como: "eu nunca vou emagrecer". A pessoa que pensa negativamente, "desliga" o cérebro para se focar em uma dieta, porque o cérebro reconhecerá como sendo esforço em vão. A virada de mesa aqui, seria treinar a mente a pensar positivamente, trocar um hábito negativo por um hábito positivo. 

Não é uma busca de soluções simplórias, mas uma forma de assumir responsabilidade sobre si. O que EU posso fazer para viver uma vida mais significativa? Como posso me livrar do que me faz mal? O que posso fazer para realizar um projeto pessoal? Essas são algumas perguntas de pessoas que estão preocupadas em assumir o controle de suas existências. Essas são as perguntas que eu faço hoje.



Imagens: Google, Kdfrases.com


Comente com o Facebook: