quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O "causo" do bolo de banana

Essa foi uma receita que quase desandou, mas no final deu super certo! A receita era essa:

Ingredientes:

3 bananas nanicas
3 ovos
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara de óleo
1/2 colher sopa de de fermento e pó
3 xícaras chá de açúcar

O "modus operandi" era esse:

Coloque no liquidificador os ovos, a banana, o óleo e o açúcar e bata bem. Ponha a mistura em outro recipiente e incorpore a farinha e o fermento em pó. Leve para assar por 30 minutos.

Fácil, né? Não tem erro! Só que não! hahahaha
Eu, na minha infinita precipitação, li a receita rapidamente e parti para a cozinha, feliz e contente por ter bolo de banana quentinho pro café. Peguei o liquidificador e soquei pra dentro os ovos, o óleo, a farinha e o açúcar. Claro que o liquidificador não conseguiu bater essa massa sem líquidos! Quando vi que tinha desandado, reli a receita e percebi a besteira que tinha feito. Meu primeiro impulso foi jogar fora e começar do zero, mas ninguém merece desperdiçar ingredientes, né? Então, para corrigir a massa, fiz o seguinte:

Peguei a gororoba que estava no liquidificador (ovos, óleo, açúcar, farinha) e passei para a batedeira. À parte, no liquidificador, bati  as bananas e 1 xícara de leite. Notem que a receita não leva leite, mas eu precisava umedecer a massa. Depois de batido, coloquei a mistura na batedeira e bati bem. Acrescentei UMA colher de fermento em pó (e não 1/2 como pede a receita), coloquei em uma forma untada e enfarinhada, salpiquei de canela em pó e levei para assar em forno pré aquecido, a 180°, por 40 minutos.

Cobertura:
Eu prefiro bolo sem cobertura, mas para agradar o maridinho, peguei uma lata de leite condensado e levei ao fogo com 1 colher de manteiga e algumas gotas de essência de baunilha. Mexi até começar a desgrudar do fundo, mas antes de ficar no ponto de beijinho, já que queria uma cobertura mais líquida. Se eu tivesse coco ralado em casa, teria colocado, mas não tinha, então foi sem mesmo.

Resumo da ópera:

O bolo ficou maravilhoso! É lógico que não ficou uma massa levinha tipo pão de ló, ficou uma massa mais pesada, mas nada absurdo ou solado. No final das contas, vou repetir e muito essa receita, principalmente quando as bananas estiverem ficando amadurecidas demais na fruteira. 

À propósito, outra receita diva usando banana, você encontra no pinto mais famoso do Brasil, clicando aqui. Brigadeiro de Banana. Hummmm








Comente com o Facebook: