sábado, 16 de agosto de 2014

Dona de casa sim, com muito orgulho!

Outro dia ouvi como posso me considerar feminista se gosto de ser dona de casa. Antes de mais nada, gostaria de definir "feminista". Você acha que as mulheres devem ter os mesmos direitos que os homens? Você acha que as mulheres não são em nada inferiores aos homens, intelectualmente, emocionalmente, espiritualmente? Você acha que a mulher é dona de seu próprio corpo? Se as respostas foram SIM a uma ou todas questões, então você é feminista cara colega! O feminismo nada mais é do que a afirmação dos direitos femininos.

Voltando à questão inicial, qual o problema da mulher moderna, antenada e dona do seu nariz ser feliz e realizada sendo "apenas" uma dona de casa? 


Eu tenho uma profissão, trabalho na área administrativa há quinze anos. Porém, fico feliz mesmo quando estou em casa, cuidando, deixando confortável, organizando. O tiro no pé é depender financeiramente do marido, afinal, a mulher feminista não depende de ninguém, né? Mas prefiro encarar como uma parceria, eu ajudo o marido (secretária do lar *.*), facilitando a vida dele e ele me ajuda financeiramente. E também, é preciso parar de pensar que a única fonte de renda é sendo funcionária de uma empresa, podemos muito bem exercer nossas habilidades e garantir uma rendinha extra, seja fazendo artesanato, culinária, tradução, costurinha, whatever.

A mulher feminista pode ser quem ela quiser. Inclusive dona de casa.

Via: http://rebloggy.com/

Comente com o Facebook: